Terça, 23 de Julho de 2024
49 99111-4949
Economia Economia

Governador anuncia antecipação de metade do 13º salário dos servidores públicos estaduais

Com o pagamento que será realizado em 17 de julho, Governo do Estado colocará R$ 2,6 bilhões na economia catarinense num intervalo de pouco mais de...

25/06/2024 18h09
Por: Redação VejaSC Fonte: Secom SC
Foto: Reprodução/Secom SC
Foto: Reprodução/Secom SC

Com o pagamento que será realizado em 17 de julho, Governo do Estado colocará R$ 2,6 bilhões na economia catarinense num intervalo de pouco mais de 30 dias – Foto: Jonatã Rocha/Secom

Os servidores públicos vinculados ao Governo do Estado receberão metade do 13º salário em 17 de julho. A antecipação foi anunciada pelo governador Jorginho Mello nesta terça-feira, 25. Com o depósito de 50% do valor que teria de ser pago somente em novembro, o Poder Executivo colocará R$ 648 milhões extras na economia catarinense. Somando os pagamentos realizados em junho e julho, serão R$ 2,6 bilhões desembolsados pelo caixa estadual em um intervalo de pouco mais de 30 dias. A segunda parcela será depositada em dezembro de 2024 – a data ainda será definida.

“Com vontade e um grande trabalho de gestão das contas públicas, poderemos prestigiar os servidores estaduais e antecipar a metade do 13º salário agora em julho, como já fizemos no ano passado. Esse é um dinheiro extra que certamente será muito bem-vindo para cerca de 172 mil famílias catarinenses e também para a nossa economia”, disse o governador.

Cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) mostram que, com o pagamento do salário de junho no dia 28 (R$ 1 bi), a antecipação da primeira parcela do 13º salário no dia 17 de julho (R$ 648 milhões) e o salário que será pago em 31 de julho (R$ 1,01 bi), o Governo do Estado vai colocar na economia R$ 2,6 bilhões em um intervalo de pouco mais de 30 dias. Os valores contemplam os servidores ativos e inativos do Poder Executivo – incluindo as fundações e autarquias estaduais – e pensionistas pagos pelo Iprev, num total de 171.535 funcionários públicos. Não entram na conta as folhas de pagamento das empresas estatais: Casan, Celesc e Badesc. 

Secretário da Fazenda, Cleverson Siewert, explica que a antecipação do 13º salário é resultado da gestão criteriosa das contas públicas, mas também é um reconhecimento ao trabalho realizado pelo funcionalismo estadual. “Com a equação entre receitas e despesas sob controle, estamos honrando os compromissos e trabalhando para assegurar investimentos importantes para todos os catarinenses”, ressaltou. “Com a antecipação do 13º salário, o governador Jorginho Mello reconhece e valoriza os servidores públicos, mas também movimenta a economia, o que indiretamente também tem impacto positivo no caixa estadual”, complementou.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA
Rosane Felthaus (48) 3665-2504
Roelton Maciel (48) 3665-2504
[email protected]

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Quilombo, SC
Atualizado às 16h05
27°
Tempo nublado

Mín. Máx. 23°

29° Sensação
0.81 km/h Vento
68% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (24/07)

Mín. 10° Máx. 23°

Tempo nublado
Amanhã (25/07)

Mín. 12° Máx. 25°

Tempo limpo
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias